Comandos úteis no Unix, Linux e Darwin.

Olá, esse post é um post que vale pra mim lembrar facilmente alguns comandos úteis que as vezes esqueço que que fazem falta e também ajudar outros usuários, é claro. Vamos lá.

Comando – Função

Exemplo

file – Mostra o tipo de determinado arquivo.

[megaf@localhost ~]$ file VirtualBox-3.0.0_49315_mdv2009.1-1.i586.rpm
VirtualBox-3.0.0_49315_mdv2009.1-1.i586.rpm: RPM v3 bin i386 VirtualBox-3.0.0_49315_mdv2009.
[megaf@localhost ~]$ file slypemix.mp3
slypemix.mp3: Audio file with ID3 version 2.4.0, extended header, contains: MPEG ADTS, layer III, v2, 24 kbps, 16 kHz, JntStereo

ls – serve para listar o conteúdo de um diretório ou procurar por arquivos.

[megaf@localhost ~]$ ls /
bin/ dev/ home/ lib/ mnt/ opt/ root/ srv/ tmp/ var/
boot/ etc/ initrd/ media/ Module.symvers proc/ sbin/ sys/ usr/

du -h – mostra o tamanho em megabytes de um arquivo ou diretório.

[megaf@localhost ~]$ du -h slypemix.mp3
588K slypemix.mp3

df -h – exibe o espaço utilizado em cada volume.

[megaf@localhost ~]$ df -h
Filesystem Size Used Avail Use% Mounted on
/dev/sda5 40G 12G 28G 31% /
/dev/sda1 92M 28M 60M 32% /boot

updatedb – atualiza um index indicando onde estão todos os arquivos. Caso queira que seja mostrado o que está sendo indexado, use o parametro -v, updatebd -v. (Obrigado intracath)

[root@localhost megaf]# updatedb
[root@localhost megaf]#

locate – indica onde está o arquivo previamente indexado.

[megaf@localhost ~]$ locate slypemix.mp3
/home/megaf/slypemix.mp3

free -m – Exibe a memória gasta e disponível. (Leve em consideração a segunda linha, buffers/cache)

[megaf@localhost ~]$ free -m
total used free shared buffers cached
Mem: 1009 821 187 0 0 265
-/+ buffers/cache: 555 453
Swap: 3992 17 3975

less – exibe o conteudo de um arquivo longo por páginas.

[megaf@localhost ~]$ less CHANGELOG

* Fri May 23 2008 xxxxx xxxxx <xxxxx@xxxxxxxxxx.com>
– Fixed a lot of “bad expressions/strings”
– Now all ffmpeg codecs/formats are supported
– Removed “Backup function” to increase speed in conversion

CHANGELOG lines 1-35/35 (END)

Também pode ser usado para cortar em paginas a saída de um –help muito longa, por exemplo, mplayer –help | grep less

grep – destaca determinada palavra de um texto,

[megaf@localhost ~]$ ps aux | grep opera
megaf 5746 9.0 16.5 246132 171412 ? Sl 12:07 6:09 /usr/lib/opera/opera
megaf 5906 0.8 2.6 122480 27612 ? S 12:17 0:28 /usr/lib/opera/operapluginwrapper 50 58 /usr/lib/opera/plugins/libflashplayer.so
megaf 5907 0.0 0.0 3028 704 ? S 12:17 0:00 /usr/lib/opera/operaplugincleaner 5746

ps aux – exibe a lista de processos e programas em execução.

[megaf@localhost ~]$ ps aux
USER PID %CPU %MEM VSZ RSS TTY STAT START TIME COMMAND
root 1 0.0 0.0 1808 576 ? Ss 11:38 0:00 init [5]
root 2 0.0 0.0 0 0 ? S< 11:38 0:00 [kthreadd]
root 3 0.0 0.0 0 0 ? S< 11:38 0:00 [migration/0]

halt – desliga o computador com tudo, não importa o que esteja sendo feito, seu computador será desligado.

killall -9 – mata determinado programa ou processo sem dar chance dele se desculpar.

[megaf@localhost ~]$ killall -9 mplayer
[megaf@localhost ~]$
Killed.2 (10.2) of 199.0 (03:19.0) 2.5%

Por enquanto é isso, se vocês quiserem contribuir, vão colocando outros comandos nos comentários, seguindo  a mesma forma que fiz aqui.

 

Continuação.

chmod +x – marca um arquivo como sendo um arquivo executável.

chmod +x GoogleEarthLinux.bin

 

./ – Executa/”roda” um arquivo/programa previamente marcado como executável.

./GoogleEarthLinux.bin

 

chown usuario:grupo – Muda o usuario e o grupo dono de um arquivo.

chown usuario:grupo GoogleEarthLinux.bin

 

gpasswd – Altera a senha do usuário conectado.

gpasswd

 

É isso por hoje.

Anúncios

3 ideias sobre “Comandos úteis no Unix, Linux e Darwin.

  1. PerequeWeb

    Fala megaf blz?

    Cara to querendo uma lista de comandos do Darwin pra dar uma fuçada no Mac os X. Coisas de rede, comandos de sistema mais profundos e tal.

    qlq coisa da um alô. vlw

    Curtir

  2. intracath

    Cara, o updatedb -v mostra o processo de indexação, demoora! Parabéns pelo site Megaf.

    Curtir

  3. Megaf Autor do post

    Obrigado intracath!
    Updatedb demora mais é com discos mecanicos mesmo, com um SSD ele vai rapidinho.
    E o tempo que demora é diretamente proporcional a quantidade de arquivos.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s