Ajustando a memória RAM para um VPS OpenVZ

Olá, Uma das últimas coisas do mundo Open Source que tenho lido bastante sobre e testado aqui é o OpenVZ. Falando muito brevemente, ele é uma ferramenta que cria containers dentro do Linux, rodando outros Linuxes dentro do Linux, como se fossem computadores completos. Ele faz isso isolando os processos dos servidores virtuais. O desempenho é igual ou muito próximo ao nativo. No final do texto coloquei links com mais detalhes.

 

Assumindo que você já tenha um container do OpenVZ rodando, deve ter notado que a memória RAM dele está limitada a 256 MB, então segue abaixo os comandos para ajustar a memória. Tirei os comandos deste ótimo site.

 

64MB Garantidos, 128MB Burstable

cid=1000
vzctl set ${cid} --vmguarpages 64M --save
vzctl set ${cid} --oomguarpages 64M --save
vzctl set ${cid} --privvmpages 64M:128M --save

256MB Garantidos, 512MB Burstable

cid=1000
vzctl set ${cid} --vmguarpages 256M --save
vzctl set ${cid} --oomguarpages 256M --save
vzctl set ${cid} --privvmpages 256M:512M --save

512MB Garantidos, 1024MB Burstable

cid=1000
vzctl set ${cid} --vmguarpages 512M --save
vzctl set ${cid} --oomguarpages 512M --save
vzctl set ${cid} --privvmpages 512M:1024M --save

1024MB Garantidos, 2048MB Burstable

cid=1000
vzctl set ${cid} --vmguarpages 1024M --save
vzctl set ${cid} --oomguarpages 1024M --save
vzctl set ${cid} --privvmpages 1024M:2048M --save

 OpenVZ @ Wikipedia

OpenVZ é uma tecnologia de virtualização em nível de sistema operacional baseada no sistema operacional e núcleo Linux. Ele permite que um servidor físico execute multiplas instâncias de sistema operacional, conhecidas como containersSevidores Virtuais Privados (VPSs) ou Ambientes Virtuais (VEs). É similar ao FreeBSD Jails e ao Solaris Zones. Quando comparado à máquinas virtuais tais como VMware e paravirtualização tais como Xen, o OpenVZ é limitado exige que tanto o host quanto o SO convidado sejam Linux (apesar das distribuições Linux serem diferentes em containers diferentes). Contudo, OpenVZ possui uma vantagem em relação a performance; de acordo com seu site web, há apenas uma perda de performance de 1-3% para o OpenVZ comparado com a utilização de um servidor standalone. Uma avaliação independente de performance confirma isto. Outra mostra mais perdas significantes dependendo da métrica utilizada. O OpenVZ é uma base do Parallels Virtuozzo Containers, um software proprietário fornecido pela Parallels. O OpenVZ é licenciado sob a versão 2 da GPL. O projeto OpenVZ é suportado e patrocinado pela Parallels (o suporte comercial ao usuário não é disponibilizado pela Parallels). O OpenVZ é dividido em um núcleo padrão e ferramentas de nível de usuário.
OpenVZ é um software opensource de virtualização a nível do sistema operativo que lhe permite criar vários servidores virtuais isolados dentro de um servidor master, possibilitando assim a economização de energia e uma melhor gestão de recursos.Cada servidor virtual privado (VPS) pode correr de forma totalmente independente, podendo ser reinicializada e desligada, reconstruida com qualquer distribuição disponível sem que afecte o normal funcionamento das restantes VPSs.OpenVZ é criado com base no Parallels Virtuozzo, uma solução comercial para virtualização fornecida pelo Parallels. 
Um dos aspectos mais importantes a ser levado em consideração ao se adquirir um VPS (servidor privado virtual) é o sistema de virtualização utilizado no servidor dedicado onde o seu VPS ficará hospedado. Ele é o responsável pela maioria das funcionalidades do seu VPS, assim como o desempenho que ele terá. Neste artigo, vamos comparar algumas características do Xen da Citrix e doOpenVZ, que é a versão gratuita do Virtuozzo da Parallels, dois dos sistemas de virtualização mais utilizados.Os dois sistemas de virtualização são bastante diferentes entre si. O OpenVZ é simplesmente uma versão alterada de um Kernel Linux que permite a criação de divisões (também chamadas de containers), que são como uma espécie de chroot do sistema operacional base. Já o Xen introduz um conceito semelhante a outras tecnologias, como o VMWare e o KVM, recorrendo à capacidade de virtualização do hardware dos processadores mais atuais, como o Intel VT-d ou AMD-V.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s