Arquivo da categoria: internet

Vamos usar o apt-p2p?

Debian OpenLogo

Olá,o apt-p2p, é um cache de pacotes deb para o apt-get e aptitude, não só isso, alem de fazer um cache, ele é um proxy p2p, ou seja, ele vai baixar os pacotes .deb para você de outros usuários que já tiverem ele baixado,

Funciona de forma semelhante ao Torrent.

Quando você, por exemplo, fizer um apt-get install xterm, o apt-p2p primeiro vai tentar baixar do máximo de pessoas que puder, se ninguém tiver os debs que tu precisa, então ele vai pegar do mirror normal mesmo. Ou seja, sempre vai funcionar.

Como qualquer coisa p2p, quanto mais gente tiver usando, melhor.

E o melhor de tudo, é super fácil de instalar ele tanto no Debian quanto no Ubuntu e seus derivados, é claro.

Para instalar simplismente abra um terminal, logue-se como root e digite: apt-get update && apt-get install apt-p2p

Agora faltam apenas dois passos, abra, como root, o seu /etc/apt/sources.list e modifique-o para que fique neste formato.

Por exemplo, se estiver lá:

deb http://ftp.br.debian.org/debian squeeze main contrib non-free

Mude para:

deb http://localhost:9977/ftp.br.debian.org/debian squeeze main contrib non-free

Basicamente é só colocar o localhost:9977/ entre o http:// e o ftp..

Agora de um apt-get update ou aptitude update para que o apt-get comece a buscar os pacotes com o apt-p2p e volte a usar seu sistema normalmente.

Vamos todos adotar o p2p, assim reduzindo a carga nos servidores principais e aumentando nossa velocidade de download!

Qualquer coisa, pergunte.

Anúncios

Opera 11 Alpha – com suporte para extensões! – disponível para testes.

O blog Opera Desktop Team anunciou agora a poco a disponibilidade da mais nova versão de testes do mais rápido e mais completo navegador web do mundo.
Ele traz inúmeras novidades alem de correções de centenas de bugs.
Com certeza o recurso mais desejado aguardado no Opera Browser é o suporte a extensões, que agora vocês podem testar e fazer suas próprias.

Entre as outras novidades estão também a nova versão do motor do Opera, o Opera Presto 2.6.37, que agora está ainda mais compatível com o HTML 5, suportando mais recursos.

O Opera está mais rápido, não só em sua execução e navegação, mas também em sua instalação.
Nas versões pra Linux você não precisa baixar nenhuma dependência, apenas um pequeno pacote.
Na versão pra windows, o arquivo do instalador está 10% menor, tornando o seu download mais rápido. Agora ele está duas vezes mais rápido que o instalador antigo para atualizar e instalar o Opera.

Confira aqui uma lista de jogos em HTML 5
Anúncio do Opera 11 no blog Opera Desktop Team
Site de download e upload de extensões pro Opera 11

Faça já o Download do Opera 11 Alpha

XDMCP + Internet = Seu Linux onde você estiver.

Hoje em dia cada vez mais precisamos ter acesso ao nosso computador de qualquer lugar, neste tutorial vo mostrar como instalar e configurar o XDMCP para que você possa acessar seu computador e usa-lo como se estivesse sentado na frente dele de qualquer lugar.

Já existem diferentes formas de acessar o desktop remotamente, mas nunca gostei muito de nenhuma delas, sempre achei que faltava alguma coisa, não era o que eu queria, eu queria me sentir exatamente como se eu estivesse sentado a frente de meu computador, colocando meu nome de usuário e minha senha no gerenciador de login, no meu caso, o KDM, assim que eu faria se estivesse aqui, na frende do computador.

Qual é a solução?

Há uma solução para Linux muito interessante, o  XDMCP, que significa em inglês: X Display Manager Control Protocol.

Como ele funciona?

Falando a grosso modo, ele “pega” o “login” e manda pela rede, para que outro servidor X, X.org, exiba-o e você possa se logar remotamente ao seu Linux.

Como será minha experiência?

Deste modo, você tem em tela cheia, uma sessão X de seu computador remotamente, e vai usar ele remotamente tendo a mesma experiência do que se estivesse sentado na frente dele. Mas  com a vantagem de quem vai processar a parte gráfica é o computador loca, e não o remoto.

E quanto a qualidade e velocidade?

Assim sendo, você tem um vídeo de alta qualidade, sem delay ao mover o mouse por exemplo, independetemente da conexão! Só não espere algo muito agradavel de usar numa conexão extremamente lenta, pois a experiência será e mesa de usar um computador com recursos extremamente limitados, pois seria como um processador, mandando as informações através de um barramento lento para a placa de vídeo.

Como configurar?

O XDMCP já vem built-in no X.org, tudo o que você precisa é de um DM, Display Manager, com suporte a ele, como por exemplo o KDM ou GDM,  em distros que usam o KDE por padrão, como o Mandriva e OpenSUSE, o KDM, e em distros que usam o GNOME por padrão, como o Fedora e o Mint, o GDM.

Configurando o KDM:

Procure pelo arquivo  kdmrc.

No Mandriva Linux ele está na /usr/share/config/kdm/kdmrc.

Abra ele, como root, no seu editor de texto preferido e procure pela linha:  [Xdmcp], mude o valor dela para True.

[Xdmcp]
Enable=true

Agora procure o arquivo Xaccess e descomente as linhas * #any host can get a login window e * CHOOSER BROADCAST #any indirect host can get a chooser, se estiver comentadas com um #.

Configurando o GDM:

No GDM você pode usar o aplicativo gdmsetup, aí na aba remoto ative o XDMCP. Isso estando logado como usuário root.

Pronto, reinicie seu Display Manager com o comando /etc/init.d/dm restart ou /etc/rc.d/dm restart

Conectando-se ao servidor pelo cliente:

Agora para se conectar ao seu computador remotamente use o X:

X :1 -query ip do servidor.

Informações extras:

-Você pode desativar o acesso ao XDMCP pela internet,  restringir somente a rede local, editando os arquivos acima citados.

-Usando o Xnest,  é possível ter uma sessão X com tela de login e tudo, dentro de uma janela dentro da sua sessão atual, a sintaxe é a mesma do X, Xnest :1 -query IP. Pode ainda rodar ele atravéz do ssh!

-Agora vem a grande dica! O título do artigo é, Seu Linux em QUALQUER LUGAR. Pois bem, você infelizmente não irá encontrar Linux instalado em todos os computadores do mundo e em todas lan houses né? Por que alguem fez uma baita propaganda dizendo que o windows era o melhor, o povo acreditou e deu  no que deu.

Existe um servidor X pra windows, muito legal, chamado Xming, com ele você pode rodar sua sessão X Linux no windows, ou rodar programas gráficos pelo Putty.

Putty é um cliente ssh e telente Open Source pra Windows e pra Linux.

Para rodar uma sessão remota do X do seu Linux, use o Xming Launch, lá você encontra uma opção somente para isso.

Sobre Putty, nas configurações do Putty vá a ssh, e marque a opção do X, e como host ponha localhost, rode o Xming, logue-se ao seu Linux por SSH, agora chame algo gráfico, como o xterm.

Se você preferir, é possivel também acessar com algumas acrobacias, via VNC!, Existe um servidor X, chamado Xvnc, mesma sintaxe do Xnest e X, para mais detalhes, digite Xvnc –help.

É isso, espero que tenham gostado desta dica, qualquer coisa é só perguntar!